Google anuncia o encerramento do G-Suite

Google anuncia o encerramento do G-Suite

A partir do dia 1º de julho de 2022, administradores do G-Suite precisarão migrar as suas contas para o Google Workspace, o serviço pago que vai substituir a suíte de aplicativos que se tornou fundamental para muitas empresas. E agora?

Nós vamos ver, a seguir, o que acontecerá com as contas gratuitas do G Suite e quais são as alternativas para que a sua empresa não perca os seus tão preciosos dados.

Do G-Suite ao Google Workspace

Uma versão inicial do que vem a ser hoje em dia o G Suite foi lançada em 2006, chamada Gmail For Your Domain, que permitia o uso de domínios próprios associados ao Gmail. Logo depois passou a se chamar Google Apps For Your Domain, expandindo a integração com o Google Agenda, Google Talk e Page Creator.

Após inúmeras atualizações em seu nome e nas suas funcionalidades, o G Suite como conhecemos atualmente, deixou de permitir a criação de novas contas gratuitas ainda em 2012, mas permaneceu funcionando sem assinaturas para os usuários já cadastrados, pelos últimos 16 anos.

Mas isso acabará em julho. Antigos e novos usuários precisarão utilizar agora o Google Workspace, um serviço com algumas opções de assinaturas, todas elas pagas.

Um escritório de advocacia nos EUA, com um histórico de ações coletivas contra o Google, está preparando uma ação contra a mudança. Eles alegam que a empresa construiu uma relação de dependência a um serviço, que era gratuito a princípio e em 2017 já alcançava 3 milhões de usuários, para depois tornar quase inviável a não permanência dos usuários no novo serviço pago.

Além disso, outro problema dessa migração obrigatória é que os usuários do G Suite também perderão as compras feitas no Google Marketplace, Play Store e YouTube, caso não mudem para o Workspace. Porém, independente do resultado dessa ação, que pode levar anos, nada mudará na obrigatoriedade do novo serviço.

As novas contas Google Workspace

Para aqueles que decidam migrar suas contas G Suite gratuitas para o Google Workspace, existem algumas opções de licenças:

  • Business Starter – R$27,00 – por usuário
  • Business Standard – R$54,00 – por usuário
  • Business Plus – R$81,00 – por usuário
  • Enterprise – Valores personalizados

O plano starter, por exemplo, dá apenas 30Gb de espaço por usuário e as videochamadas para até 100 usuários, não têm o recurso de gravação

Este valor pode parecer baixo, mas como a cobrança é por usuário, no caso de uma empresa que tenha 50 funcionários utilizando os recursos, o valor mensal do Google Workspace ficaria em 1350 Reais mensais.

E isso é muito dinheiro para acrescentar às despesas da empresa de uma hora para a outra, apenas para continuar utilizando o mesmo serviço!

Perderei meus dados? E agora?

Os usuários do G Suite que não efetuarem a migração para o Google Workspace em sua versão paga até julho, efetivamente podem perder todos os dados armazenados em suas contas. A princípio, pode parecer que a sua empresa tem apenas duas opções:

  • Assinar o Google Workspace e pagar uma fortuna mensal para continuar utilizando os serviços.

OU

  • Perder todos os dados importantes para a sua empresa e também as funcionalidades a que já está habituada a utilizar.

Felizmente, existe uma terceira alternativa, que permite a recuperação de todos os seus dados e a utilização de serviços bastante similares, sem precisar dedicar tantos recursos para que isso seja possível.

A Dotfile tem a solução para a sua empresa migrar com todos os seus dados do G-Suite para uma nova solução profissional, que possui as mesmas funcionalidades dos serviços Google, segurança de ponta e recursos adicionais, para facilitar o dia a dia da sua empresa.

Entre em contato e descubra que o fim do G-Suite gratuito não precisa ser um transtorno para a sua empresa. A Dotfile vai te ajudar a realizar essa transição para uma plataforma segura, eficiente e fácil de utilizar.

 

Artigos Relacionados

Tudo que você precisa saber sobre Ransomware

Ataques de ransomware são uma realidade cada vez mais frequente e preocupante no mundo todo. Segundo a pesquisa The State of Ransomware 2022, realizada pela Sophos, empresa de segurança com quase 40 anos de mercado, os ataques vêm crescendo a cada ano.

Ver mais...